top of page
  • Foto do escritorJúlia Waldvogel

Os Companheiros da Jardinagem


As plantas, em diversas situações, requerem alguns cuidados especiais. Às vezes elas precisam de uma força extra para lutar contra infestações de insetos, proliferação de fungos ou até nutrientes no solo para continuar com sua aparência bonita e crescimento saudável. Nesses momentos buscamos a ajuda de alguns produtos para cuidar delas, como: inseticidas, fungicidas, herbicidas e adubos orgânicos ou minerais. Alguns desses produtos, se não utilizados corretamente, podem fazer mal à saúde humana e animal. É importante prestar atenção em alguns detalhes e garantir a segurança em casa.


Atenção ao Rótulo


Às vezes pode passar despercebido, mas o rótulo é um instrumento essencial para prevenir intoxicações, identificar o agente causador do quadro clínico e na determinação do tratamento adequado pelo médico veterinário. Nesse material existem informações importantes, por isso nunca o remova da embalagem. Antes de utilizar o produto, leia as indicações de uso e recomendações de segurança, de acordo com a função do produto ou substância química ativa, pode ser necessário usar algum tipo de equipamento de proteção individual como luvas ou máscaras. No rótulo também será possível encontrar telefones de contato para uso em caso de intoxicações, que pode ser útil para o consumidor e também para o médico veterinário.


Inseticidas


Nada mais natural nos jardins e vasos do que insetos! Em geral são animais benéficos para o ambiente e fazem parte de diversas funções como polinização, decomposição de matéria orgânica, alimentação de outros animais como pássaros, etc. Mas em certos momentos são bastante inconvenientes, não é mesmo? Diversas espécies quando infestam as plantas, sejam ornamentais ou de lavouras, causam muitos prejuízos. Na jardinagem doméstica encontramos frequentemente pulgões, cochonilhas e lagartas, assim como muitos outros. São insetos que enfraquecem a planta, interferindo na sua beleza e crescimento. E nesse momento uma das opções para combate é o uso de um inseticida.


Existe uma grande variedade de produtos com essa função, os mais comuns são a base de piretróides (por exemplo: deltametrina e lambda cialotrina) ou compostos com substâncias de origem vegetal (como a calda de fumo e o óleo de neem). Importante perceber que alguns inseticidas trazem mensagens tranquilizadoras sobre a segurança dos produtos, apelando para o seu aspecto natural e alegando não fazer mal a saúde humana ou dos pets, mas podem sim representar um risco e causar intoxicações. Quando utilizar inseticidas nas plantas é essencial retirar o cão ou gato do ambiente e perceber se algum resíduo ficou no local, como respingos no chão. É recomendado a limpeza das superfícies após o tratamento dos vasos e a remoção dessas plantas dos locais onde o pet tem acesso.


Adubos


Nem todos os adubos são perigosos, aqui precisamos prestar atenção num caso específico - a torta de mamona. É um fertilizante muito utilizado, feito com sementes da mamona. Esse produto é perigoso porque além de tóxico devido a mamona, é muito atrativo para os animais por ter farinha de ossos na composição. No guia de plantas tóxicas você encontrará mais informações sobre a mamona na página dedicada a essa ela.


E os outros produtos?


A jardinagem doméstica é um hobby que conquistou muitas pessoas e tornou-se um mercado enorme, a cada dia novos produtos são lançados para resolver as mais diferentes situações. Por isso, sempre tenha o rótulo disponível para caso precise informar o veterinário sobre qualquer informação importante do produto.


Escrito por Júlia Ferreira Waldvogel

Comments


bottom of page